MANIFESTO VERDE PELA PAZ DA HUMANIDADE,
DA NATUREZA E DO PLANETA TERRA
Um mantra de paz nessa primeira década do século XXI
 
 
Paz em seu coração. Paz em sua vida. Paz em você. Paz em sua saúde. Paz em sua alma. Paz de espírito. Paz em seu coração. Paz em seus sonhos. Paz em seu pensamento. Paz em suas escolhas e decisões. Paz em seus projetos de vida.  Paz em suas emoções. Paz em sua nova esperança.  Paz em seu cotidiano.  Paz em seus momentos de decepção e angústia. Paz em sua consciência.  Paz em seus relacionamentos. Paz em sua família.  Paz em seu amor.  Paz em suas amizades. Paz em seu trabalho. Paz entre seus vizinhos. Paz em sua escola. Paz em suas práticas de lazer e esportes;
 
Paz em sua universidade. Paz em seu lazer. Paz em seus projetos sócio-educativos e ecológicos. Paz em seu conhecimento. Paz em sua profissão. Paz em seus grupos e associações.  Paz em seus projetos e empreendimentos. Paz em suas realizações culturais e científicas.  Paz em seus trabalhos individuais e coletivos. Paz em sua ecologia interior. Paz em sua crença religiosa.  Paz em seu trabalho solidário a favor dos mais pobres e famintos de pão, moradia e saúde;
 
Paz em sua rua. Paz em seu bairro. Paz em sua região, setor urbano ou rural. Paz em sua cidade. Paz em seu estado.  Paz em seu país.  Paz em seu continente. Paz na América do Sul. Paz para a América Latina. Paz para todas as Américas. Paz para todas as nações do mundo. Paz para os continentes. Paz nas vilas e nas grandes metrópoles. Paz nas estradas.  Paz em todos os meios de transporte. Paz para a liberdade do ir e vir de todo ser humano; Paz e liberdade para toda palavra que represente o bem, a verdade, a dignidade humana, a paz, a harmonia, o amor, a solidariedade, e amor universal;
 
Paz na política. Paz na ética. Paz para as populações. Paz nas nações e seus governos. Paz para o mundo em guerras. Paz para todas as religiões. Paz para todos os credos. Paz para todos os dogmas. Paz para toda fé. Paz para o exercício da cidadania. Paz para garantir os direitos humanos. Paz para todas as crianças, adolescentes, adultos e idosos.  Paz para todas as raças, etnias, povos nômades, indígenas. Paz para os povos abandonados pela sociedade;
 
Paz na Terra. Paz no campo.  Paz para a reforma agrária. Paz nas nos sistemas e organizações que contribuem com a educação e desenvolvimento de crianças e adolescentes. Paz nas culturas. Paz nos ofícios. Paz para as expressões humanas éticas e solidárias. Paz na comunicação entre os homens. Paz para todas as ciências.  Paz para as utopias. Paz para todos os projetos humanistas que trabalham em defesa da humanidade.  Paz para os artistas, poetas, escritores e pensadores. Paz em todos os campos das artes e filosofias. Paz para as consciências que representam as grandes decisões sobre o mundo político. Paz para as manifestações a favor da justiça, liberdade e consciência;
 
Paz para o mundo. Paz para a natureza. Paz para todos os mundos existentes no Planeta. Paz para o meio ambiente. Paz para todas as políticas ecológicas e ambientais. Paz para a relação dos homens com a natureza. Paz para todas as águas do planeta, como os rios, mares, oceanos, rios, lagos, riachos, lagoas, cachoeiras, fios de água. Paz para os golfinhos, focas, orcas, baleias, botos e todos os animais da terra, do mar e do ar.  Paz para todos os belos animais que são mortos com violência pelos homens. Paz nas montanhas, cordilheiras, florestas e matas. Paz para todos os seres vivos de todos os sistemas existentes na terra. Paz às nações, para que seja agendado o último dia da última guerra que ainda não tem prazo para terminar. Paz às gerações do futuro em 2050, 2100 e nos próximos séculos. Paz para toda a Humanidade hoje e de amanhã. Paz para o nosso Planeta Terra – lindo orbe que flutua no espaço azul do Sistema Solar, e pede socorro aos seus de 6, 6 bilhões de habitantes;